Depois de ser agredido, professor de escola pede afastamento

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra alunos humilhando e agredindo o professor Thiago dos Santos Conceição, de 31 anos, no Ciep (Centros Integrados de Educação Pública) Municipal Mestre Marçal, localizado no Rio das Ostras, litoral norte do Rio de Janeiro. 

Gravado na sala de aula durante uma prova, é possível ouvir diversos alunos rindo durante as cenas. “Vai matar o professor, cara? Faz isso não. O cara te dá aula, o cara é bacana”, diz um dos colegas de classe. A resposta é curta e grossa: “o cara nunca mais vai dar (aula)”.

Um dos estudantes responsáveis pelo ato fez uma postagem no Facebook pedindo desculpas. Segundo ele, “a gente ‘tá’ na escola para estudar, não é para ficar debochando da cara de ninguém”. E diz que “ninguém é perfeito e todo mundo já teve um momento de criança”.

O caso aconteceu na terça-feira (18) e, no vídeo, é possível ver um dos alunos respondendo à prova com palavrões e, depois, rasgando-a na cara do professor. “Aí, professor, acabou a prova”, diz ele.

Em outro momento, uma pochete é arremessada na direção de Thiago enquanto ele escrevia algo na lousa. Quando questiona se a intenção era acertá-lo, recebe a resposta de um dos alunos: “Queria, agora ‘peraí’ que agora vou acertar”.

A gravação também mostra Thiago sendo empurrado para que a porta da sala fique aberta e um rapaz quebrando o quadro negro.

Em entrevista ao G1, Thiago afirma que pediu afastamento e que “deseja continuar com a profissão, mas teme pela sua vida”.

20/09/2018

(Visited 1 times, 1 visits today)