Fecomércio prevê estabilidade no número de contratações temporárias em 2019

Mesmo com sinais ainda pouco promissores de melhora no cenário econômico, o Instituto Fecomércio aponta para uma estabilidade no número de contratação de funcionários temporários em relação ao mesmo período do ano passado. As festas de final de ano devem disponibilizar 1.400 vagas para contratações temporárias no varejo alagoano.

Fruto da análise realizada pelo Instituto Fecomércio Alagoas, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o número de contratações temporárias supera os anos de depressão econômica registrados entre 2014 a 2017, mesmo que sejam os mesmos em 2018 e 2019.

“O que de certa forma pode ser considerado positivo, pois a contratação de temporários ajudará a injetar renda e consumo na economia do Estado”, explica o assessor econômico da Fecomércio, Felippe Rocha, acrescentando que a timidez nas contratações é explicada pelo comportamento do comércio varejista este ano.

Conforme a pesquisa mensal do setor, divulgada pelo IBGE, as vendas caíram 3%, entre janeiro a agosto, comparado ao mesmo período do ano passado. No mesmo período, o setor de comércio do Estado desempregou cerca de 2.036 pessoas, demonstrando que a economia ainda está frágil.

“Não podemos deixar de enxergar de forma positiva o nível de contratação de temporários repetir o ano anterior e ser maior do que nos piores anos de crise econômica do país”, reforça Felippe, ao mesmo tempo em que ressalta que mesmo com a pouca estabilidade, a projeção de crescimento do faturamento do setor no Natal é de alta de 0,2%.

“O que podemos considerar como crescimento nulo ou estagnado. O Natal alagoano deverá movimentar cerca de R$ 313,7 milhões”, estima o assessor.

Ascom – 15/10/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)